domingo, 16 de dezembro de 2012

VINGATIVA






Inconformada
Sorte sua,
tão diferente da minha
O açoite da oportunidade
esfolando-me a quietude
Preciso lavrar ameaçada honra
Perspicácia conversa com perspicácia
Esperteza dialoga com esperteza
Oportunidade troca com oportunidade
Calo-me inconformada
Estarrecida levanto-me
A cada ação, reação,
Se nadas, não boio,
Mister afundar-te,
Esfolar-te, alvejar-te, ludibriar-te,
O sangue, que arrancou de mim,  
turva-me a visão
Incomoda-me o gesto
Impede-me o passo
Amarro-te, encarcero-te, ancoro-te
Espeto-te,
Antes de partir, encaro-te,
quero ver-te inerte,
Quero troco da minha paga,
Quero volta, vingança,
Não haverá nenhum passo teu
Sem que se lembre de mim
Vingada, triunfante, realizada, gloriosa,
E...   
... até nunca mais!!!


Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho VINGATIVA de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário