domingo, 7 de outubro de 2012

DECRETO FINAL




Você nunca mais veio aqui
A casa está vazia de você
Assim como meu olhar,
Meus beijos não tem mais gosto
Meus olhares não tem paisagem
Meu peito não tem mais pulsar
Contra o vento, perdi as migalhas pelo caminho,
Cobri as trilhas e incendiei os gravetos
Antecipada a tempestade que inundou o cenário
Teias de aranha encortinam as janelas embaçadas
Pedaços de historia pelo chão, são outras
foram trazidos pelo vendaval
Nada mais a reconhecer
Nada mais a relembrar
Só me resta agora o decreto final
Assinarei afinal... a ponta de punhal...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho DECRETO FINAL de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário