domingo, 25 de março de 2012

BRILHANTES NA ESCURIDÃO


Estrelas vigiam
Guardam as noites
Testemunham namoros, gozos, orgias
Emergências, atrocidades, tragédias
Lua cheia, nova ou  minguante
Bruxaria branca e negra
Feitiçarias, assombrações e magias
Estrelas sempre vigiam
De tudo sabem
Nada contam, tudo vêem,
Confabulam,  brincam, brilham
Circulam, a lua rodeiam
Aos andarilhos norteiam
Solitárias ou em constelações
Reflexos navegam nos mares
Destinos em malabares
Estrelas sempre brilham
Iluminam a vida e a morte
Caminhos de azar ou sorte
De amor e sofreguidão
Estrelas; só brilham na escuridão

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho BRILHANTES NA ESCURIDÃO de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário