domingo, 6 de fevereiro de 2011

RESTOS DE VOCÊ


No silencio do teu amor,

Dentro de mim,

Estilhaços do teu corpo reluzem,

Cintilam,

Movem-se em desalinho,

Lentos,

Tristes restos mortais

De alguém que insistiu em partir,

Em desistir, em renunciar,

No silencio do teu amor,

Dentro de mim,

Navegam lembranças tenras,

Mas mórbidas, lúgubres,

Que perderam a cor,

Cobertas pelas cinzas

Do que você insistiu em apagar,

Do fogo que ardia em nos,

Dentro de mim hoje

Mora uma legião

De pedaços, sem vida, de você

Que jamais sairão

Que jamais desistirão

Que permanecerão em mim

A espera de você,

E que poderão reacender a um toque,

A um olhar,

A uma palavra sua,

O que não vou mais é insistir em sofrer,

Um amor que já morreu em você,

Vera Celms


Licença Creative Commons
A obra RESTOS DE VOCÊ de Vera Celms foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário