domingo, 26 de julho de 2009

AONDE ESQUECI DE MIM?


-->
Sentada no parapeito do mundo,
Espio lá embaixo, cada movimento,
Crianças brincando,
Casais namorando,
Amigos cochichando,
E eu aqui com esta idéia mórbida,
Penso que em instantes,
Serei uma figura disforme, inerte,
Desfigurada, caída no chão,
Talvez umas poucas lágrimas,
Outras poucas lembranças,
Alguma idolatria tardia,
Afinal, depois de morto todo mundo vira ídolo,
Porque comigo seria diferente?
Por ser anônima,
Reclusa, esquecida?
Abandonada, solitária, louca?
Talvez por ideologia pouca?
Talvez por vagos motivos,
Por falsas marcas,
Quem sabe por cicatrizes indisfarçáveis,
Por hematomas indecifráveis,
Por falta de pegadas no caminho?
Talvez porque talvez já tenha morrido,
E não se morre duas vezes numa só vida,
Ainda que seja de solidão...
Ainda que tenha sido por abandono...
De si mesmo...
Vera Celms
Licença Creative Commons
AONDE ESQUECI DE MIM? de Vera Celms está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário