sábado, 5 de maio de 2018

É PROIBIDO SONHAR




Não sonho mais,
Depois do tempo os sonhos viram vidro,
areia, sílica, pó
Necessário preservar o que ficou
Guardar lembranças, memorias,
Imagens, impressões, sensações,
Procuro-me entre os estilhaços do corpo
O suicídio não extermina maldição;  
aumenta a dor
Coroas de flores adornam o féretro,
mas são as raízes
que compartilham  o solo,
com o que restou de nós
Estilhaçado o espelho do olhar,
afasta-se a alma, pra longe,
seja em que direção for,
A história, sem matéria onde aderir,
flana, plana, gaseia,
Não haverá lugar para sonhos,
pois não confrontam-se com a verdade
Não sonho mais.

Vera Celms
Licença Creative Commons
É PROIBIDO SONHAR de Vera Celms está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
#poesiagótica #poesia #literaturagótica #literatura #gótica #escrita #escritora #arrastandocorrentes

segunda-feira, 23 de abril de 2018

DOMINGO DE OUTONO




Não esperou nem que brilhasse o sol
Sonolento,
ainda espiava por uma fenda nas nuvens
Sem contestação,
apressou-se ela em partir,
colhida pela honorável dama da vida
Num domingo de outono
Acordei com a noticia:
Pôs-se o sol ainda amanhecendo em Saquarema.
Ela não voltará jamais...

Vera Celms
Licença Creative Commons
DOMINGO DE OUTONO de Vera Celms está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
#poesiagótica #poesia #literaturagótica #literatura #gótica #escrita #escritora #arrastandocorrentes

sábado, 31 de março de 2018

GOLPE, ATO E FATO




Há horas, pregara o olhar no branco da parede
Sem se mover, mal respirar, quase inexistir
Acontecia agora como nunca antes
Conhecera maus momentos
Gravara más imagens
Historias não contava, nunca
Jamais mencionou palavra
Nenhuma pista,
Nada que remetesse
Nada que a pudesse resgatar
Nada que devolvesse sorriso, lagrima, respiração
Quem sofre não conta tempo, sofre
Sabe-se começado, não percebe-se o final
Na parede a sua frente, imaginários slides:
Fim da estrada, precipício, salto
O golpe, o ato, o fato,
Delito e sentença,
A eternidade

Vera Celms
Licença Creative Commons
GOLPE, ATO E FATO de Vera Celms está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
#poesiagótica #poesia #literaturagótica #literatura #gótica #escrita #escritora #arrastandocorrentes